Post Icon

Encerramento do mês: Março/2018



Olá Pessoal, tudo bem?
 
Estou muito sumida né.... primeiro: o meu trabalho estava muito corrido e não conseguia manter as coisas por aqui atualizadas.. segundo: eu sai de férias e fui viajar e justamente por meu trabalho estar corrido não consegui adiantar as coisas por aqui, então ficamos sem posts por aqui.
 
Mas estou tentando manter as redes sociais, especialmente instagram (@danimoraes02), mais atualizado, portanto, me siga por lá.


Filmes:



1 - Com amor, Van Gogh (2017): Esse é uma animação linda a partir de pinturas a óleo feitas a mão por mais de 100 pintores para contar a história em torno da morte desse pintor que é considerado aquele que inaugurou a arte moderna, porém teve uma vida polemica cercada de problemas psicológicos e financeiros. A história parte da morte do artista que é investigada por Armand Roulin que  no intuito de entregar a carta de um artista, mas acaba se tornando obcecado em entender o que aconteceu com o artista. O visual é totalmente inspirado nas obras do autor e essa é parte mais interessante do filme que deixa o visual incrível, dado que, as obras dele são impressionantes. Aqui no blog tem post sobre uma biografia em quadrinho sobre o autor. ★★★★☆





2 - The testimony (2015): Esse é um curta documentário sobre o julgamento de alguns membros do exército do Congo que estupraram dezenas de mulheres civis, foi a primeira vez que, esse tipo de julgamento aconteceu no pais o que foi um grande avanço, mas nem tanto assim, as mulheres que sofreram esse tipo de violência ainda são estigmatizadas e descriminadas. Um filme rápidinho e importante para conhecermos melhor outras realidades.  Também falei sobre ele no instagram. ★★★☆☆




3- Maze Runner - Correr ou Morrer (2014): Há alguns anos atrás tanto a franquia dos livros quanto dos filmes estava muito em alta e eu nunca tive vontade de ler ou assistir aos mesmos, porém acabei assistindo o filme na TV mesmo e não é que gostei. Sim, é uma distopia em um mundo pós apocalíptico onde alguns garotos foram levados a um local, uma espécie de clareira cercada por um muro que se abre uma vez por dia para dar em um labirinto. Thomás (Dylan O'Brien) acorda em um elevador de carga sem memória que o leva até esse mesmo local, onde conhece outros garotos, que tentam levar uma vida "normal" nessas circunstancias, enquanto, um grupo de elite (os corredores) percorrem o labirinto em busca de uma saída. Mas Thomas não é do tipo de se conformar com situação e busca uma saída e isso, trará muitos problemas a essa micro sociedade estabelecida. Gostei e fiquei curiosa para ver os outros. ★★★☆☆



 
4 - As sufragistas (2015): Esse filme representa uma pequena parte da história do feminismo na Inglaterra, mas como eu já falei bastante sobre ele no Instagram só vou dizer que o filme é muito bom e que vale a pena a assistir! ★★★★☆



5 - Bonequinha de luxo (1961): Esse é um filme clássico, mas que eu nunca tinha assistido, baseado em um livro escrito por Truman Capote estrelado por Audrey Hepburn, uma comédia romântica que vai contar a vida de uma acompanhante de luxo (muito antes de uma linda mulher) Holly Golightly que sonha em se casar com um homem rico e se tornar uma atriz de Hollywood que vive como uma verdadeira boneca, sendo sustentada pelos homens que passam por sua vida até que conhece Paul (George Peppard) um escritor, que de certa forma, também é um gigolô, uma vez que, é sustentado por uma mulher. O relacionamento entre eles começa de uma forma muito despretensiosa, mas ela tem muita dificuldade em aceitar o amor e o sentimento, dado que, eles vão contra aos planos que ela tinha. O filme foi bastante revolucionário para época por tratar dessas questões com naturalidade e singeleza. O filme foi indicado a cinco óscares e ganhou dois: melhor canção (a lindíssima Moon River) e melhor trilha sonora. Cena mais tocante para mim é o do gato. ★★★★★



Musica Linda do filme:





6 - Casamento Grego 2 (2016): Eu gosto muito do primeiro filme e não sabia que tinham esse segundo e quando eu vi no Netflix fui logo assistir. Passado anos depois do primeiro filme, agora Toula (Nia Vardalos) e Ian (John Corbett) continuam casados e, as voltas, com a filha adolescente que pretende finalizar o colégio e estudar em um cidade longe. Além dos problemas com a filha Toula acaba se tornando o esteio da família apoiando os pais no restaurante e lidando com toda a confusão gerada quando os mesmos descobriram que nunca tiveram o casamento oficializado e agora precisam decidir se irão se casar (novamente). Muito divertido, aquela família louca e divertida consegue nos manter entretidos durante todo o tempo. E a interação entre os personagens continua incrível! ★★★★☆




Series:



1 - Riverdale (1.1 - 1.13): Desde que eu ouvi falar sobre essa série estava muito afim de assistir porque estou órfão de serie de adolescente, sim me julguem, mas eu gosto de serie de adolescente. E essa é uma mistura de Gossip Girls com Pretty Little Lies (que aliás eu nunca terminei de assistir). Jovens lindíssimos (até os estranhos e underground são bonitos)  e com atitudes muito acima da idade dos mesmos, envolvidos em um grande mistério da morte de Jason Blosson (Trevor Stines) o herdeiro da família mais rica e importante de Riverdale e irmão gêmeo de Cheryl (Madelaine Petsch), a típica abelha rainha da escola, mas cheia de problemas, complexos e com uma família bem sinistra. Archibald "Archie" Andrews  (KJ Apa) o bonitão, cantor e jogador de futebol americano é amigo desde sempre de Elizabeth "Betty" Cooper (Lili Reinhart) e os dois acabam muito impactados pela morte de Jason e com a ajuda de Veronica (Camila Mendes) e Jughead (Cole Sprouse) iniciam uma investigação que vai afetar toda a cidade. A serie é inspirada nos personagens de quadrinhos da Archie Comics.
 
Gostei muito da serie, me senti envolvida com os mistérios do inicio ao fim e mesmo que, os personagens tenham atitudes muito avançadas para a idade dos mesmos a serie é muito interessante e envolvente. ★★★★☆




2 - The Good Place (1.1 - 2.12):

–– Você, Eleanor Shellstrop, está morta [...].
–– Legal!

E assim começa essa serie quando Eleanor (Kristen Bell) acorda e descobre que esta morta e que foi para o Bom Lugar. Michael (Ted Danson) o arquiteto responsável pelo Bom Lugar, explica que, o Bom Lugar é formado por diferentes bairros que são concebidos de forma a atender as necessidades e deixar os seus moradores felizes. Cada casa é desenvolvida para atender as especificidades e preferencias de cada morador, a casa de Eleanor é pequena, colorida e enfeitada com palhaços, o que já deixa Eleanor (que não foi nenhuma santa na Terra) um pouco desconfiada que não estava no lugar correto o que foi confirmado quando ela assistiu ao um vídeo com as supostas boas ações dela. Então ela é apresentada a Chidi (William Jackson Harper), um nigeriano que em vida foi professor de filosofia e ética na universidade, sua alma gêmea. Logo, ela acaba admitindo para ele que esta ali por um erro e ele depois de enfrentar um dilema moral decide ajuda-la a se tornar boa e poder ficar no Bom Lugar. Outros personagens importantes são: Tahani Al-Jamil (Jameela Jamil) - filha de bilionários que passou a vida fazendo filantropia e Jianyu (Manny Jacinto) - um monge budista que fez voto de silencio, almas gêmeas e vizinhos de Eleanor e Chidi e claro, a melhor personagem Janet (D'Arcy Carden), uma banco de dados na forma feminina.

Achei bastante divertido, gostei muito das reviravoltas das serie e das discussões filosóficas incitada pela mesma, inclusive tem um artigo muito bom focado nas correntes filosóficas exploradas pela série. É uma história focada na amizade e companheirismo que é criada entre os personagens principais, tudo isso, com muito bom humor e ironia.  Quem não tem vontade dar uns tapas no Chidi que não consegue decidir nada, ou queria chamar a Janet e fazer um monte de pergunta bizarra só para ver as respostas, ela é muito melhor que Siri e tão uns safanão na Tahani e na Eleanor porque tem horas que elas irritam mesmo com tanta disputa. ★★★★☆



Internet:

Eu acompanho bastante a Carol Moreira, mas nunca tinha visto uma playlist que tem no canal que achei muito interessante e informativa sobre a História do Cinema, confiram que vale a pena!

Continuando no tema de The Good Place um buzzfeed (faz tempo que não indico nada deles) sobre como a Janet nos representa.

Blog:

No mês de março as coisas foram bastante paradas por aqui, então tivemos apenas os seguintes posts:

1 - Comentário sobre: Triologia Irmãos McCabe
2 - Lidos e encerramento de Fevereiro/2018


Até a próxima,

Dani Moraes

Nas redes sociais:
Nós sigam também nas redes sociais: Facebook, Twitter (danipmoraes) e  Instagram (danimoraes02).

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

2 comentários:

Lary Zorzenone disse...

As sufragistas está na minha lista. Quero ver nesse finde. Casamento grego 2 é muito lindo.

Vidas em Preto e Branco

As verdades que o pinoquio conta disse...

Lary,
As sufragistas é um filme excelente, principalmente, se você se interessa por história e pela luta feminista.
Abraços,

Postar um comentário